Especial: "Foi por Você" (Mensagem+) Google+



       Tem-se-me mostrado o Grande Amor e Condescendência de DEUS em Dar o SEU FILHO para morrer a fim de que o homem pudesse encontrar Perdão e Viver. Foram-me mostrados Adão e Eva, que tiveram o privilégio de contemplar a beleza e encanto do Jardim do Éden e a quem fora dado comer de toda árvore do jardim, exceto uma. Mas a serpente tentou Eva e esta tentou o marido, e ambos comeram da árvore proibida. Quebraram o MANDAMENTO de DEUS e tornaram-se pecadores. As novas se espalharam através do Céu e as harpas todas se calaram. Entristeceram-se os anjos, e temeram que Adão e Eva lançassem de novo a mão ao fruto da árvore da vida e se tornassem pecadores imortais. Mas DEUS Disse que expulsaria do jardim os transgressores, e pelos querubins e uma espada flamejante guardaria o caminho para a Árvore da Vida, de maneira que o homem não se aproximasse dela para comer do seu fruto, o qual perpetua a imortalidade.

   A tristeza encheu o Céu ante a realidade de que o homem se perdera e que o mundo que DEUS havia Criado
se encheria de mortais condenados à miséria, enfermidade e morte, e que não havia meio de escape para o ofensor. Toda a família de Adão tinha que morrer. Vi então o Amorável JESUS e contemplei em SEU Semblante uma Expressão de simpatia e pesar. Logo O vi aproximar-SE da inexcedível Luz que envolvia o PAI. Disse o meu Anjo assistente: “ELE está em conversa íntima com Seu Pai.” A ansiedade dos anjos parecia ser intensa enquanto JESUS estava em comunhão com SEU PAI. Três vezes ELE foi envolvido pela Gloriosa Luz em Torno do PAI, e na terceira vez ELE veio do PAI e pudemos ver SUA pessoa. SEU Semblante estava calmo, livre de toda perplexidade e angústia, e brilhava com uma luz maravilhosa que palavras não podem descrever. ELE fez então saber ao Coro Angélico que se abrira um Caminho de Escape para o homem perdido; que estivera Pleiteando com o PAI, e obtivera permissão de dar SUA Própria Vida como Resgate para a raça, de levar os seus pecados, e receber sobre SI a sentença de morte, abrindo desta maneira caminho pelo qual pudessem, Mediante os Méritos do SEU Sangue, encontrar perdão para as transgressões passadas, e Mediante a Obediência ser levados de Volta ao Jardim do qual haviam sido expulsos. Então poderiam ter acesso ao glorioso, imortal fruto da árvore da Vida a que tinham perdido agora todo o direito.
  
   Disse o Anjo: “Pensais que o PAI entregou o Bem-Amado FILHO sem luta? Não, não.” Foi de fato uma luta para o DEUS do Céu decidir se deixaria perecer o homem culpado ou daria o SEU Querido FILHO para morrer por eles. Os Anjos estavam tão interessados na SALVAÇÃO do homem que se poderia encontrar entre eles quem deixaria sua glória para dar a vida pelo homem a perecer. “Mas”, disse o meu Anjo acompanhante, “isto de nada aproveitaria.” A transgressão era tão grande que a vida de um anjo não daria para pagar o débito. Nada menos que a Morte e Intercessão do FILHO de DEUS poderia pagar o débito e Salvar
o homem perdido de desesperada tristeza e ruína.
   Mas a obra que fora designada aos Anjos era de subir e descer com o revigorante bálsamo da glória para refrigerar o FILHO de DEUS em SUA Vida
de sofrimento. Eles ministraram a JESUS. Sua Obra era também Guardar os súditos da Graça e Protegê-los dos anjos maus e das trevas que eram constantemente lançadas ao redor deles por Satanás
. Vi que era impossível para DEUS Mudar SUA LEI para Salvar o homem perdido, a perecer; portanto ELE permitiu que SEU Querido FILHO morresse pela transgressão do homem.



      SEU Comandante nada escondeu deles, mas desvendou-lhes o PLANO da SALVAÇÃO. JESUS lhes Disse que ficaria entre a Ira de SEU PAI e o homem culpado, que ELE arrostaria a iniquidade e o escárnio, e que poucos apenas O receberiam como o FILHO de DEUS. Quase todos O odiariam e rejeitariam. ELE deixaria toda a SUA Glória no Céu, apareceria na Terra como um homem, humilhar-SE-ia como um homem, familiarizar-SE-ia pela SUA própria experiência com as várias tentações com que o homem seria assediado, a fim de que pudesse saber como socorrer os que fossem tentados; e que, finalmente, depois que SUA Missão como Ensinador se Cumprisse, seria entregue nas mãos dos homens, e suportaria quantas crueldades e sofrimentos Satanás e seus anjos pudessem inspirar ímpios homens a infligir; que ELE morreria a mais cruel das mortes, suspenso entre o céu e a terra, como um pecador criminoso; que sofreria terríveis horas de agonia, a qual nem mesmo os Anjos poderiam contemplar, mas esconderiam seu rosto dessa cena. ELE sofreria não apenas a agonia física mas mental, com que o sofrimento físico de nenhuma maneira se poderia comparar. O peso dos pecados do mundo inteiro estaria sobre ELE. Disse-lhes que morreria, e ressuscitaria no terceiro dia, e ascenderia a SEU PAI para Interceder pelo homem transviado e culposo.

   Os Anjos prostraram-se diante DELE. Ofereceram suas vidas. JESUS lhes Disse que pela Sua morte Salvaria a muitos; que a vida de um Anjo não poderia pagar a dívida. SUA Vida Unicamente poderia ser Aceita por SEU PAI como resgate pelo homem. JESUS também lhes Disse que teriam uma parte a desempenhar — estar com ELE e O Fortalecer em várias ocasiões. Que ELE tomaria a natureza decaída do homem, e SUA força não seria nem mesmo igual à deles. E seriam testemunhas de SUA humilhação e grandes sofrimentos. E, ao testemunharem SEUS sofrimentos e o ódio dos homens para com ELE, agitar-se-iam pelas mais profundas emoções, e pelo seu amor para com ELE desejariam livrá-LO, libertá-LO de SEUS assassinos; mas que não deveriam intervir para impedir qualquer coisa que vissem; e que desempenhariam uma parte em SUA Ressurreição; que o PLANO da SALVAÇÃO estava ideado, e SEU PAI Aceitaria Esse Plano.
   Com Santa Tristeza JESUS Consolou e Animou os Anjos, e os informou de que dali em diante aqueles que ELE remisse estariam com ELE, e com ELE sempre morariam; e que pela SUA morte resgataria a muitos, e destruiria aquele que tinha o poder da morte. E Seu PAI Lhe daria o Reino, e a Grandeza do Reino sob Todo o Céu, e ELE o possuiria para Todo o sempre. Satanás e os pecadores seriam destruídos para nunca mais perturbarem o Céu, ou a Nova Terra Purificada. JESUS Ordenou que o Exército Celestial se conformasse com o Plano que SEU PAI Aceitara, e se regozijassem de que o homem decaído de Novo Pudesse Ser Exaltado Mediante a SUA morte, a Fim de Obter o Favor de DEUS e gozar o Céu.

                                                             "Assim Diz o SENHOR"
                                      Disseram eles: "SENHOR, dá-nos sempre desse pão.

É DESSE JEITO! "Presente+"

Blog É DESSE JEITO!


   #NovoTempo              

                  * Fiquem com DEUS e se ELE permitir no Próximo Santo Dia, têm +É DESSE JEITO !  (Preceito por Preceito/Especial: O Livro de Daniel 5/ 12 )