Especial: "Resplandeceu a LUZ" Google+

                                                         É DESSE JEITO ! 

                 

Ide


                              E este Evangelho do Reino será pregado em todo o mundo , em testemunho a todas as gentes , e então virá o Fim ." 



Conforme foi predito nas ESCRITURAS, o Ministério de CRISTO no Santíssimo começou com a terminação dos dias proféticos em 1844. A este tempo se aplicam as Palavras do REVELADOR : “Abriu-se, então, o Santuário de DEUS, que se acha no Céu, e foi vista a Arca da Aliança no SEU Santuário. ( Apocalipse 11 : 19 ) . A Arca da Aliança de DEUS está no segundo compartimento do Santuário. Quando CRISTO ali entrou, para Ministrar em Favor do pecador, o Santuário interior se abriu, e a Arca de DEUS foi posta ao alcance da vista. Àqueles que pela fé viram o SALVADOR em SEU Trabalho de intercessão, foram revelados a Majestade e o Poder de DEUS. Enquanto o séquito de SUA Glória enchia o Templo, a Luz do Santo dos Santos foi derramada sobre o SEU expectante povo na Terra.Pela Fé, haviam seguido seu Sumo Sacerdote do Santo para o Santíssimo, e viram-NO Oferecendo SEU Sangue diante da Arca de DEUS. Dentro da Sagrada Arca está a LEI do PAI, a Mesma Proclamada pelo Próprio DEUS em meio aos Trovões do Sinai, e Escrita com SEU Próprio Dedo em Tábuas de Pedra. Nenhum Mandamento foi Anulado; nem um Jota ou um Til foi Mudado. Conquanto DEUS Concedesse a Moisés uma cópia de SUA LEI, Preservou o Grande Original no Santuário Celeste. Examinando estes Santos Preceitos, os investigadores da VERDADE encontraram, bem no Seio do Decálogo, o Quarto Mandamento, como foi a Princípio Proclamado: “Lembra-te do Dia de Sábado, para o Santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o Sétimo Dia é o Sábado do SENHOR teu DEUS; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao Sétimo Dia Descansou: por isso o SENHOR Abençoou o Dia de Sábado, e o Santificou.” ( Êxodo 20 : 8-11 / PALAVRA DE DEUS )O ESPÍRITO SANTO DE DEUS Impressionou o coração dos que estudavam a SUA PALAVRA. Incitava-os a convicção de que haviam ignorantemente transgredido Este Preceito, deixando de tomar em consideração o Dia de repouso do CRIADOR. Começaram a examinar as razões para a observância do primeiro dia da semana em lugar do Dia que DEUS havia Santificado. Não puderam achar nas ESCRITURAS prova alguma de que o Quarto Mandamento tivesse sido abolido, ou de que o Sábado fora mudado; a Bênção que a princípio aureolava o Sétimo Dia nunca fora removida. Eles haviam estado sinceramente procurando conhecer e fazer a Vontade de DEUS, e agora, ao se virem como transgressores de SUA LEI, tiveram o coração cheio de tristeza. Imediatamente evidenciaram sua lealdade a DEUS, Santificando SEU Sábado.Muitos e tenazes esforços foram feitos para subverter-lhes a fé. Ninguém poderia deixar de ver que, se o Santuário terrestre era uma figura ou modelo do Celestial, a LEI Depositada na Arca, na Terra, era uma transcrição exata da LEI na Arca, que está no Céu; e que a Aceitação da VERDADE concernente ao Santuário Celestial envolvia o reconhecimento das reivindicações da LEI de DEUS, e da Obrigatoriedade do Sábado do Quarto Mandamento.Os que aceitaram a Luz relativa à mediação de CRISTO e à perpetuidade da LEI de DEUS , acharam que estas eram as Verdades apresentadas na Terceira Mensagem. O Anjo Declarou: “Aqui está a perseverança dos santos, os que Guardam os Mandamentos de DEUS e a Fé em JESUS.” (Apocalipse 14:12 / PALAVRA DE DEUS ). Esta Declaração é precedida de uma Solene e Terrível Advertência: “Se alguém adora a besta e a sua imagem, e recebe a sua marca na fronte, ou sobre a mão, também esse beberá do vinho da cólera de DEUS, preparado, sem mistura, do cálice da SUA Ira.” ( Apocalipse 14:9, 10 ). Uma interpretação dos símbolos empregados foi necessária para o entendimento desta Mensagem. Que era representado pela besta, a imagem, e a marca? Novamente os que buscavam a VERDADE, voltaram a estudar as Profecias. + Arena do Futuro !
Pela primeira besta é representada a igreja de roma, uma organização eclesiástica revestida de poder civil, tendo autoridade para punir todos os dissidentes. A imagem da besta representa outra corporação religiosa revestida de poder semelhante. A formação dessa imagem é obra dessa besta cujo calmo surgimento e suave profissão de fé traduzem um notável símbolo dos Estados Unidos. Aqui pode ser encontrada uma imagem do papado. Quando as igrejas do nosso país, ligando-se em pontos de doutrinas que lhes são comuns, influenciarem o Estado para que imponha seus decretos e lhes apoie as instituições, a América Protestante terá então formado uma imagem da hierarquia romana. Então será a Verdadeira Igreja assaltada pela perseguição, como o foi o antigo povo de DEUS. 
A besta de dois chifres como de cordeiro ordena que “a todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita, ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta, ou o número do seu nome”.( Apocalipse 13:16, 17 / PALAVRA DE DEUS ). Esta é a marca a respeito da qual o Terceiro Anjo profere a Sua Advertência. É a marca da primeira besta, ou o papado, e, portanto, deve ser procurada entre os característicos distintos desse poder. O Profeta Daniel declarou que a igreja de roma, simbolizada pela ponta pequena, pensaria em mudar os tempos e a LEI (Daniel 7:25 / PALAVRA DE DEUS ), enquanto Paulo o intitulou de " homem do pecado " (2 Tessalonicenses 2:3, 4 / PALAVRA DE DEUS ), que se exaltaria acima de DEUS. Unicamente mudando a LEI de DEUS poderia o papado exaltar-se acima DELE; todo aquele que com conhecimento observasse a lei assim mudada estaria tributando suprema honra ao poder, mediante o qual esta mudança foi realizada.

O Quarto Mandamento, que roma se empenhou em pôr de lado, é o Único Preceito do Decálogo que aponta para DEUS como o CRIADOR dos Céus e da Terra, distinguindo, destarte, o Verdadeiro DEUS, de todos os falsos deuses. O Sábado foi instituído para comemorar a Obra da Criação, e assim dirigir a mente dos homens para o DEUS Vivo e Verdadeiro. O fato do SEU Poder Criador é citado nas ESCRITURAS como Prova de que o DEUS de Israel é Superior às divindades pagãs. Tivesse sido o Sábado sempre Guardado, os pensamentos e afeições dos homens teriam sido dirigidos para o seu CRIADOR como objeto de reverência e culto, e jamais teria existido um idólatra, um ateu ou um infiel. 
Esta instituição que aponta para DEUS como CRIADOR, é um Sinal de Sua justa Autoridade sobre os seres que Criou. A mudança do Sábado é o Sinal, a marca, da Autoridade da igreja romanista. Aqueles, que compreendendo os reclamos do Quarto Mandamento, escolherem observar o falso em lugar do Verdadeiro Sábado, estão por esse meio rendendo homenagem ao único poder que isto autorizou. 
A mais terrível ameaça jamais endereçada aos mortais está contida na Terceira Mensagem Angélica. Deve ser um terrível pecado esse que atrai a Ira DEUS, sem mistura de Misericórdia. Os homens não deverão ser deixados em trevas quanto a este importante assunto; a Advertência contra tal pecado deve ser dada ao mundo antes da visitação dos Juízos de DEUS, para que todos possam saber porque são estes Juízos infligidos, e tenham oportunidade de escapar.
No desfecho dessa grande controvérsia, duas classes distintas e opostas se desenvolverão. Uma classe “adora a besta e a sua imagem, e recebe a sua marca”, e assim traz sobre si mesma os terríveis Juízos anunciados pelo Terceiro Anjo. A outra classe, em marcante contraste com o mundo, “Guarda os Mandamentos de DEUS e a Fé em JESUS”. ( Apocalipse 14:9, 12 / PALAVRA DE DEUS ).
Tais foram as momentosas Verdades que se abriram diante dos que receberam a Mensagem do Terceiro Anjo. Quando recapitularam sua experiência desde a Primeira Proclamação do Segundo Advento até à passagem do tempo em 1844, viram seu desapontamento explicado, e a Esperança e a Alegria voltaram a animar seu coração. A Luz provinda do Santuário iluminou o passado, o presente, e o futuro, e compreenderam que DEUS os tinha conduzido por SUA Infalível Providência. Agora, com nova coragem e Fé Firme, uniram-se em dar a Mensagem do Terceiro Anjo. Desde 1844, em cumprimento à Profecia da Terceira Mensagem Angélica, a atenção do mundo tem sido chamada para o Verdadeiro Sábado, e um número em constante crescimento tem retornado à observância do Santo Dia de DEUS." + Novo Tempo


                                                         




                                    Silver Spring, EUA … [ASN] O presidente mundial da Igreja Adventista do Sétimo, pastor Ted Wilson, fez uma declaração oficial nessa segunda-feira, 11, analisando a violência e as crises pelas quais passa o mundo e reafirmando o papel profético da Igreja Adventista, denominação com mais de 19 milhões de membros no mundo. A seguir, o artigo na íntegra:

                                         Apelo aos Adventistas do Sétimo Dia em todo o mundo
Precisamos ficar como faróis de luz espiritual e âncoras de influência moral em um momento de incerteza desenfreada.

Como vemos, a paisagem social do mundo está se tornando cada vez mais violenta.
Há pouquíssimo tempo — do Sudão do Sul para os Estados Unidos, para Bangladesh, para o Iraque, para a Turquia e assim por diante — parece que os ventos de contenda têm aumentado e aquecido até transbordar. Pessoas inocentes e desavisadas foram terrivelmente afetadas. Eu tenho orado por esses lugares, famílias envolvidas e as várias situações.
Embora não queiramos ser alarmistas e devamos manter equilíbrio, confiança e esperança inspirados pelo Céu, parece que o mundo está cada vez mais se desintegrando diariamente. Apesar de sabermos que esses tipos de dificuldades e tragédias se tornarão mais comuns no final dos tempos, precisamos estar como faróis de luz espiritual e âncoras de influência moral em um momento de incerteza desenfreada.
Leia também:
Nossa influência espiritual só pode ocorrer quando estivermos completamente apoiados no Senhor, nossa Rocha e Salvação. Cristo nos adverte em Mateus 24:12-14 (versão NVI): “devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará, mas aquele que perseverar até o fim será salvo. E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”.
Ao colocarmos nós mesmos, nossas famílias, nossas comunidades e nossa igreja nas mãos onipotentes de Deus, percebamos que só Ele pode proteger e cuidar de nós como cabeça para os últimos dias da história da Terra. A ilegalidade que parece generalizada em tantos lugares pode extinguir o amor pelos outros, mas ao nos fundamentarmos no amor de Cristo, nosso amor pelos outros pode florescer ao partilharmos esse amor celestial com os outros, e nossas ações abençoadas pelo céu serão um grande testemunho a todos ao nosso redor.
Verdadeiramente, o evangelho do reino está sendo pregado em todo o mundo, e os membros da igreja estão participando ativamente do Envolvimento Total de Membros mostrando ao mundo o amor de Cristo em palavras e atos. No entanto, é ainda mais crucial que aumentemos nossos esforços para pessoal e corporativamente, como Igreja Adventista do Sétimo Dia, compartilhar as maravilhosas boas-novas das três mensagens angélicas que apontam as pessoas para Cristo e Seu poder para mudar vidas para se tornarem mais e mais semelhantes a Ele.
                                                           Cristo é nossa bússola
É somente em Cristo e Sua justiça que podemos encontrar a verdadeira direção para nossas vidas, as vidas de nossas famílias, para nossas comunidades — e para a sociedade como um todo. As mensagens proféticas poderosas e fortes da proclamação do último dia de Deus devem ser vistas em nossa vida prática cristã diária e na proclamação que damos. Esta é a hora e o tempo para os adventistas do sétimo dia mostrarem ao mundo, por meio do poder do Espírito Santo, o que significa ter esperança no poder do Senhor para trazer mudança em nossas vidas e na sociedade.
Sabemos da compreensão profética de Daniel e Apocalipse, que este mundo vai degenerar em caos e oposição à Palavra Sagrada de Deus, mas isso não significa que não podemos ser fortes sentinelas da graça de Deus e do poder celestial para focar a atenção das pessoas na breve volta do Senhor.
Faço um apelo aos adventistas do sétimo dia em todo o mundo para concentrar sua atenção em Cristo, Sua Palavra, Sua justiça, Seu serviço do santuário, Seu poder salvador no grande conflito, Suas três mensagens angélicas, Sua mensagem de saúde, Sua missão dos últimos dias e Sua breve segunda vinda.
Peçamos ao Espírito Santo o poder da chuva serôdia para que a mensagem do último dia de Deus passe como um incêndio através do nosso testemunho, proclamação da Palavra e nossas ações semelhantes às de Cristo de amor celeste pelos outros. É imperativo que percebamos o tempo em que estamos vivendo e nos concentremos na mensagem e na missão confiada à Igreja Adventista do Sétimo Dia para esse tempo.
Sejamos fieis ao proclamar a justiça de Cristo, que é o núcleo das três mensagens angélicas de Apocalipse 14 em contraste com a autoabsorção e autocentramento dos poderes de Apocalipse 13. Não nos deixemos distrair da nossa missão, mas foquemos em Cristo e em Seu poder para salvar especialmente durante esses tempos muito difíceis em todo o mundo.
O livro O Grande Conflito (escrito por Ellen White), na página 488, nos diz: “Satanás concebe inumeráveis planos para nos ocupar a mente, para que ela se não detenha no próprio trabalho com que deveremos estar mais bem familiarizados. O arquienganador odeia as grandes verdades que apresentam um sacrifício expiatório e um todo-poderoso Mediador. Sabe que para ele tudo depende de desviar a mente, de Jesus e de Sua verdade. Os que desejam participar dos benefícios da mediação do Salvador não devem permitir que coisa alguma interfira com seu dever de aperfeiçoar a santidade no temor de Deus. As preciosas horas, em vez de serem entregues ao prazer, à ostentação ou ambição de ganho, devem ser dedicadas ao estudo da Palavra da verdade, com fervor e oração. O assunto do santuário e do juízo de investigação, deve ser claramente compreendido pelo povo de Deus. Todos necessitam para si mesmos de conhecimento sobre a posição e obra de seu grande Sumo Sacerdote. Aliás, ser-lhes-á impossível exercerem a fé que é essencial neste tempo, ou ocupar a posição que Deus lhes deseja confiar”.
                    Veja entrevista com pastor Ted Wilson sobre os desafios para a Igreja Adventista:


     

                                                   +   


       * Fiquem com DEUS e se ELE permitir no Próximo Santo Dia, têm +É DESSE JEITO !  (Preceito por Preceito )