BLOG É DESSE JEITO! "Documento Oficial da IASD" Google+





             A Igreja Adventista do Sétimo Dia reconhece o Sábado como Sinal distintivo de Lealdade a DEUS (Êx 20:8-11; 31:13-17; Ez 20:12, 20), cuja Observância é pertinente a todos os seres humanos em todas as épocas e lugares (Is 56:1-7; Mc 2:27). Quando DEUS “descansou” no Sétimo Dia da semana da Criação, ELE Também “Santificou” e “Abençoou” esse dia (Gn 2:2, 3), separando-o para uso sagrado e transformando-o em um canal de bênçãos para a humanidade. Aceitando o convite para deixar de lado seus “próprios interesses” durante o sábado (Is 58:13), os filhos de DEUS observam esse dia como uma importante Expressão da Justificação pela Fé em CRISTO (Hb 4:4-11).
                                     Vida de santificação. 
       A Verdadeira Observância do Sábado se Fundamenta em uma Vida Santificada pela Graça de CRISTO (Ez 20:12, 20); pois, “a fim de Santificar o Sábado, os homens precisam ser santos” (O Desejado de Todas as Nações, p. 283).

          A Igreja Adventista do Sétimo Dia reconhece o Sábado como Sinal distintivo de Lealdade a DEUS (Êx 20:8-11; 31:13-17; Ez 20:12, 20) 

                                  Crescimento espiritual. 
         Como “um elo de ouro que nos une a DEUS” (Testemunhos Para a Igreja, v. 6, p. 352), o Sábado provê um contato mais próximo de DEUS. Como tal, não devemos permitir que outras atividades, por mais nobres que sejam, enfraqueçam nossa Comunhão com DEUS nesse dia.

                                   Preparação para o sábado. 
        Antes do pôr do sol da sexta-feira ( Lv 23:32; Dt 16:6; Ne 13:19), as atividades seculares devem ser interrompidas ( Ne 13:13-22); a casa deve estar limpa e arrumada; as roupas, lavadas e passadas; os alimentos, devidamente providenciados (Êx 16:22-30); e os membros da família, já prontos.

                                     
     Início e término do sábado. 
O Sábado é um Dia de Especial Comunhão com DEUS, e deve ser iniciado e terminado com breves e atrativos cultos de pôr do sol, com a participação dos membros da família. Nessas ocasiões, é oportuno cantar alguns hinos, ler uma passagem bíblica, seguida de comentários pertinentes, e Expressar Gratidão a DEUS em Oração. (VerTestemunhos Para a Igreja, v. 6, p. 356-359.)
                                               
      Pessoas sob nossa influência.
 O Quarto mandamento doDecálogo orienta que, no Sábado, todas as pessoas sob nossa influência devem ser dispensadas das atividades seculares (Êx 20:10). Isso implica os demais membros da família, bem como os empregados e hóspedes; que também sejam estimulados a observar o sábado.
                                                
                                     Espírito de Comunhão. 
Como dia por excelência de comunhão com Deus (Ez 20:12, 20), o sábado deve se caracterizar por um prazeroso e alegre compromisso com as prioridades espirituais, com momentos especiais de leitura da Bíblia, oração e, se possível, de contato com a natureza ( At16:13). Esse compromisso deverá ser mantido na escolha dos assuntos abordados também em nossos diálogos informais com familiares e amigos.

                                        Reuniões da igreja. 
        Somos admoestados a não deixar “de congregar-nos, como é costume de alguns” (Hb 10:25). Portanto, as programações e atividades regulares da igreja aos sábados devem ter precedência sobre outros compromissos pessoais e sociais, mesmo que estes sejam pertinentes para o Sábado.

                                       Casamentos e festas. 
            O convite para deixar de lado nossos “próprios interesses” no Sábado  (Is 58:13) indica que casamentos e festas, incluindo seus devidos preparativos, devem ser realizados fora desse período sagrado. Casamentos e algumas festas mais suntuosas não devem ser planejados para os sábados à noite, pois seus preparativos envolvem expectativas e atividades não condizentes com o espírito de comunhão com DEUS.
Mídia secular. A mídia secular, em todas as suas formas, deve ser deixada de lado durante as horas do Sábado, para que este, rompendo com a rotina da vida, possa ser um dia “deleitoso e santo” (Is 58:13).

                                          Esportes e lazer. 
Muitas atividades esportivas e de lazer, aceitáveis durante a semana, não são condizentes com a Observância do Sábado, pois desviam a mente das questões espirituais (Is 58:13).

                                          Horas de sono.
              A BÍBLIA define o Sábado como dia de “repouso solene” (Êx 31:15), e não como dia de recuperar o sono atrasado da semana. Ricas bênçãos advirão de levantar cedo no sábado, dedicando esse dia ao serviço do Senhor. (Ver Conselhos Sobre a Escola Sabatina, p. 170.)
Viagens. A realização de viagens por questões de trabalho ou interesses particulares é imprópria para o sábado. Existem, porém, ocasiões excepcionais em que se torna necessário viajar no sábado para atender a algum compromisso religioso ou situações emergenciais. Sempre que possível, os devidos preparativos, incluindo a compra de passagens e o abastecimento de combustível, devem ser feitos com a devida antecedência. (Ver Testemunhos Para a Igreja, v. 6, p. 359, 360.)

                                 Excursões e acampamentos. 
           A realização de excursões e acampamentos pode promover a socialização cristã ( Sl 42:4). Mas seus organizadores e demais participantes devem chegar ao devido local antes do início do sábado e montar sua estrutura, incluindo suas barracas, de modo que o santo dia possa ser observado segundo o mandamento. Além disso, as atividades durante as horas do sábado devem ser condizentes com o espírito sagrado desse dia.
Restaurantes e alimentação. A recomendação de que o alimento deve ser provido com a devida antecedência (Êx 16:4, 5; 22-30) significa que ele deve ser comprado fora das horas do sábado, e que a frequência a restaurantes comerciais nesse dia deve ser evitada.

                                          Medicamentos. 
            A compra de medicamentos durante o Sábado é aceitável em situações emergenciais ( Lc 14:5), e imprópria quando a pessoa já os necessitava, e acabou postergando sua compra para esse dia.

                                 Estágios e práticas escolares.
          O Quarto MANDAMENTO do Decálogo (Êx 20:8-11) desabona a realização de atividades seculares no sábado, que gerem lucro ou benefício material. Envolvidos em tais atividades estão os programas de planejamento e preparo para a vida profissional, incluindo a frequência às aulas e a participação em estágios, simpósios, seminários e palestras de cunho profissional, concursos públicos e exames seletivos. Em caso de confinamento para a prestação de exames após o término do Sábado, as horas desse dia devem ser gastas em atividades espirituais.

                                Escolha e exercício da profissão. 
        A estrutura da sociedade em geral nem sempre favorece a Observância do Sábado, e acaba disponibilizando profissões e atividades que, embora sejam dignas, dificultam essa prática. Os adventistas do sétimo dia devem escolher e exercer profissões condizentes com a devida observância do sábado. Somos advertidos de que, se alguém, “por amor ao lucro, consente em que o negócio em que tem interesses seja atendido no sábado pelo sócio incrédulo, esse alguém é tão culpado quanto o incrédulo; e tem o dever de dissolver a sociedade, por mais que perca por assim proceder” (Evangelismo, p. 245).

                          Instituições de serviços básicos. 
             A orientação de não fazer “nenhum trabalho” durante o Sábado (Êx 20:10) indica que os observadores do Sábado devem se abster de trabalhar nesse dia, mesmo em instituições seculares de serviços básicos. Instituições denominacionais que não podem fechar aos sábados ( Jo 5:17), incluindo os internatos adventistas, devem ser operadas nesse dia por um grupo reduzido e em forma de rodízio.
                         Atividades médicas e de saúde. 
           Existem situações emergenciais que os profissionais da saúde devem atender, com base no princípio de que “é lícito curar no sábado” (Lc 14:3). Os hospitais adventistas necessitam dos préstimos de uma equipe médica, de enfermagem e de outros serviços básicos para o funcionamento nas horas do sábado. Mas os plantões rotineiros, tanto médicos quanto de enfermagem, em hospitais não adventistas, são impróprios para as horas do sábado. (Ver Ellen G. White Estate, “Conselhos de Ellen G. White Sobre o Trabalho aos Sábados em Instituições Médicas Adventistas e Não Adventistas”, em www.centrowhite.org.br.)


                                 Projetos assistenciais. 

                CRISTO Disse que “é licito, nos Sábados, fazer o bem” (Mt 12:12). Isso significa que “toda atividade secular deve ser suspensa, mas as obras de misericórdia e beneficência estão em harmonia com o propósito do Senhor. Elas não devem ser limitadas a tempo ou lugar. Aliviar os aflitos, confortar os tristes, é um trabalho de amor que faz honra ao dia de Deus” (Beneficência Social, p. 77). Portanto, é lícito nas horas sagradas do sábado visitar enfermos, viúvas e órfãos, encarcerados e compartilhar uma refeição. Ações sociais que podem ser realizadas em outro dia não devem tomar as sagradas horas do Sábado.
Atividades missionárias. O apóstolo Paulo usava o sábado para persuadir “tanto judeus como gregos” acerca do evangelho (At 18:4, 11; 17:2), demonstrando a importância de se reservar um tempo especial nesse dia para atividades missionárias. Sempre que possível, os membros da família devem participar juntos dessas atividades, para desfrutar a socialização cristã e desenvolver o gosto pelo cumprimento da missão evangelística.
Como adventistas do sétimo dia, somos convidados a seguir o exemplo de Deus ao descansar no sétimo dia da semana da criação (Gn 2:2-3; Êx20:8-11; 31:13-17; Hb 4:4-11), de modo que o sábado seja, para cada um de nós, um sinal exterior da Graça de DEUS e um canal de Suas incontáveis bênçãos.

                                       É DESSE JEITO! "Bizu+"

  Pouco depois de o barro do Mar Vermelho haver secado em suas sandálias, o povo se reuniu perto do Monte Sinai e Ouviu Moisés Apresentar uma Mensagem de Ânimo. “DEUS me Disse que vocês são o Povo do Concerto, SUA Possessão”, Declarou o Líder. Então ele subiu o Monte e Recebeu os DEZ MANDAMENTOS. O Preâmbulo que DEUS Proferiu Deu o Contexto dos MANDAMENTOS. “EU SOU o SENHOR, teu DEUS, que te Tirei da terra do Egito, da casa da servidão” (Êxodo 20: 2). DEUS Calçou a Lei na Realidade da Redenção.
É Interessante que DEUS Apresentou os DEZ MANDAMENTOS depois de ter Resgatado Israel da escravidão. Sugeriria esse fato que Viver a LEI de DEUS é o Resultado da Redenção, e não a maneira de conquista-La?
DEUS Pretende que os MANDAMENTOS Sejam um Guia Rumo à Plenitude e Santidade.  Cada Um Promete e Confirma a Santidade.  E Cada Um  Tem Relação com a Solidariedade da Família. A GRAÇA e o PERDÃO de DEUS Precedem Tudo o que Abrange uma Família Sólida e Santa.
·         Não Terás outros deuses diante de MIM = (DEUS é SANTO)
·         Não Farás para ti um ídolo = (A Adoração é SAGRADA)
·         Não Tomarás o Nome do SENHOR, teu DEUS, em vão = (A Oração é SAGRADA)
·         Lembra-te do Dia de Sábado, para Santificá-Lo  = ( O Tempo e o Trabalho são SAGRADOS)
·         Honra teu Pai e tua Mãe = (A Família é SAGRADA)
·         Não Matarás = (A Vida é SAGRADA)
·         Não Adulterarás = (O Sexo e a Intimidade são SAGRADOS)
·         Não Furtarás = (Os Bens são SAGRADOS)
·         Não Dirás falso testemunho = (A Linguagem é SAGRADA)
·         Não Cobiçarás = (Nosso Próximo é SAGRADO).”

             

   #NovoTempo              

                  * Fiquem com DEUS e se ELE permitir no Próximo Santo Dia, têm +É DESSE JEITO !  (As 3 Lacunas+/Especial: "Justificados pela Fé")